Curiosidades

Qualquer documento em idioma estrangeiro precisa estar acompanhado de sua respectiva tradução juramentada para que seja legalmente válido em outro país. Assim, documentos apresentados a instituições oficiais, entidades acadêmicas, processos judiciais, entre outras finalidades, precisam ter sua tradução juramentada. Neste artigo, vamos explicar as principais características deste tipo de tradução. Como solicitar uma tradução juramentada? […]

Como é feita a tradução juramentada?

Qualquer documento em idioma estrangeiro precisa estar acompanhado de sua respectiva tradução juramentada para que seja legalmente válido em outro país. Assim, documentos apresentados a instituições oficiais, entidades acadêmicas, processos judiciais, entre outras finalidades, precisam ter sua tradução juramentada.

Neste artigo, vamos explicar as principais características deste tipo de tradução.

Como solicitar uma tradução juramentada?

Quando esse tipo de serviço se faz necessário, deve-se contratar um tradutor juramentado, conhecido também como tradutor público e intérprete comercial, que esteja vinculado à junta comercial de onde atua. Este profissional é habilitado por concurso público e tem suas atividades controladas pela junta comercial.

Na ProWords, trabalhamos com tradutores juramentados de todas as juntas comerciais do país.

Como é a estrutura de uma tradução juramentada

Embora a estrutura formal da tradução juramentada sofra pequenas variações de acordo com a junta comercial de cada estado, seus elementos essenciais são comuns. Os principais são:

Laudas – As “páginas” da Tradução Juramentada são chamadas de laudas, cujo tamanho é determinado pela junta comercial. Por isso, ainda que em uma folha caibam mais linhas do que a lauda determina, o tradutor juramentado deverá respeitar a normatização da junta comercial.

Introdução – A tradução juramentada começa com um parágrafo introdutório, que deve conter a identificação do tradutor. Neste parágrafo inicial, também podem constar o número de tradução, da página e do livro de registro no qual a tradução foi arquivada. Os dados devem ser repetidos na linha introdutória de cada página do documento.

Elementos gráficos – A tradução juramentada também informa todo e qualquer elemento gráfico do documento original. Portanto, conteúdos como selos, carimbos, brasões, escudos, assinaturas e outras especificidades são traduzidas.

Encerramento – No último parágrafo da tradução juramentada, deve constar a declaração de que aquela tradução é completa e fiel ao documento original. Esta informação é seguida da assinatura, nome e carimbo do tradutor, e número de sua matrícula na junta comercial do estado em que ele é habilitado.

Registro – Toda tradução juramentada deve constar no livro “Registro de Traduções”. O tradutor retira este livro na junta comercial, e deve devolvê-lo quando estiver completamente preenchido. Assim, todas as traduções juramentadas têm ou terão seu registro na junta comercial do estado em que foi realizada. Esta é uma etapa de controle que aumenta a confiabilidade e a segurança das traduções.

Tradução juramentada a partir de documentos não-originais

Na maioria das vezes, a tradução juramentada é feita a partir de um documento original. Mas qualquer documento pode passar por este tipo de tradução: cópias autenticadas ou simples, e-mails, cartas, sites ou texto de qualquer natureza. Em todos os casos, o tradutor juramentado sinaliza ao final da lauda que tipo de documento lhe foi apresentado e serviu como “original” para cada tradução.

É importante sinalizar que não é dever do tradutor saber qual tipo de documento é exigido pelas instituições brasileiras ou estrangeiras. O profissional deve apenas traduzir o documento que lhe foi apresentado.

A tradução juramentada substitui o documento original?

Não. A tradução juramentada apenas acompanha o documento original. Assim como o documento só tem validade legal com sua tradução juramentada, o inverso também é verdadeiro.

A tradução também não tem uma data de validade. Entretanto, ela é uma cópia fiel do documento original e está atrelada a ele. Por isso, se o documento original tiver uma data de expiração, a tradução também perderá seu valor legal.

Ver todas as curiosidades
);