Curiosidades

Você provavelmente já ouviu os dois termos sendo usados como sinônimos e se perguntou se existe alguma diferença entre eles. A resposta é que, na prática, tanto “espanhol” quanto “castelhano” se referem ao mesmo idioma: o vocabulário, as regras gramaticais e a grafia das palavras são iguais. Já a história dos termos é diferente: “castelhano” […]

Qual é a diferença entre espanhol e castelhano?

Você provavelmente já ouviu os dois termos sendo usados como sinônimos e se perguntou se existe alguma diferença entre eles. A resposta é que, na prática, tanto “espanhol” quanto “castelhano” se referem ao mesmo idioma: o vocabulário, as regras gramaticais e a grafia das palavras são iguais.

Já a história dos termos é diferente: “castelhano” surgiu primeiro e remete ao reino de Castela, que se impunha sobre o restante do território da atual Espanha na Idade Média. Quando o Estado se unificou, a liderança de Castela fez com que o castelhano fosse adotado como língua oficial do novo país – e assim surgiu o termo “espanhol”.

Com as Grandes Navegações e a colonização de vários territórios pelos espanhóis, o idioma se espalhou, principalmente na América Latina. Assim, em vários países da América do Sul, o termo “espanhol” passou a remeter ao período colonial. Por isso, é mais comum que a população desses lugares se refira à língua como “castelhano”. É o caso da Argentina, por exemplo. Já no México, no Caribe e em outras áreas mais próximas de nações falantes do inglês, o uso de “espanhol” é mais usual.

Hoje, o castelhano é a língua oficial da Espanha, de acordo com a Constituição de 1978. No entanto, ele convive com outros dialetos, como o galego, o basco e o catalão, que são falados no dia a dia de diferentes regiões do país. A forma como a população se refere à língua também varia por lá: no norte, o termo predominante é “castelhano”. Já na Andaluzia e nas ilhas Canárias, “espanhol” é mais comum.

 

Variações culturais

Ainda que não haja diferenças práticas entre “castelhano” e “espanhol”, a língua sofre variações de acordo com o lugar onde é falada. Pense, por exemplo, nas diferenças entre o português do Brasil e de Portugal: o idioma é o mesmo, mas há várias sutilezas no uso de palavras, estruturas sintáticas e sonoridades que fazem com que uma mensagem soe mais natural para a população de um território específico. Por isso, ao traduzir um texto, é sempre essencial ter em mente quem será o leitor.

 

Fontes: Universia | Super Interessante | Skill

Summary
Article Name
Qual é a diferença entre espanhol e castelhano?
Author
Ver todas as curiosidades
);